Comida japonesa faz bem

Confira as vantagens de ser um franqueado Daisho.

16/12/2011

A alimentação tão balanceada que ajuda a vida ser mais longeva é composta basicamente por: arroz, algas, legumes, verduras, soja, frutos do mar e muito peixe.

Literalmente nunca esteve tanto na moda aqui no Brasil. A comida japonesa foi chegando e conquistou um publico que aos poucos se tornou extremamente fiel. De início, só cabia um olhar desconfiado. “Peixe cru?”. Mas depois de provar pela primeira vez, tem-se a sensação de que não é tão estranho assim, mesmo não achando a melhor comida do mundo. Um pensamento que aos poucos vai mudando, já que a partir da segunda vez adiante, ela se torna sim a melhor comida do mundo, do qual, poderia ser como a italiana, a americana, a australiana, a nordestina, a mineira, mas não, além de muito boa, ela faz é um bem danado, não se resumindo ao simples fato de ser gostoso, e sim, pelo fato de ser um ótimo caminho para se ter uma vida saudável.

O povo japonês é um dos que tem a maior expectativa de vida do mundo, e com certeza, isso não se deve ao nível de desenvolvimento do país, mas pelo contrário. Os japoneses também prezam por coisas bem naturais que não é necessário tecnologia: uma boa alimentação, além de procurarem sempre o equilíbrio do corpo e da mente.

Uma pesquisa publicada no Jornal Europeu de Nutrição Clínica comprovou que as pessoas que seguem uma dieta japonesa saudável têm cerca de 40% menos sintomas de depressão do que aquelas que não a seguem. De acordo com o site Eliminando Peso, as preparações levam pouca ou nenhuma gordura saturada (o tipo que é nocivo ao organismo) tornando os pratos mais leves, os alimentos crus preservam 100% dos nutrientes e, além disso, são ricos em substâncias importantes para preservar a saúde, como o ômega 3 do salmão, que previne contra doenças cardiovasculares, ou o lentinan dos cogumelos, que reforça o sistema imunológico.

Algo que é necessário ter é bastante bom senso, porque para aqueles que desejam emagrecer, vivendo de sushi e Cia, devem evitar versões fritas ou com cream cheese e maionese.

Já para aqueles que ainda não aderiram a moda que provavelmente não vai embora nem tão cedo, fica a dica: vale a pena se arriscar. Se arrepender? Certamente não. Então, passe você também a viver mais levemente.

Fonte: Saúde Você